A Space Music Drops surge depois de uma experiência vivida no Boom Festival em 2004.

A primeira festa trance, a qual contou com cerca de 100 amigos. Dado o sucesso e as “good vibes” que toda a envolvência proporcionou aos vários festivaleiros, a organização decidiu seguir em frente com várias festas e um Festival Trance internacional do concelho, o First Drop Festival em em 2008 que reuniu cerca de 1000 pessoas com a presença de grandes nomes da cena trance nacional e mundial, entre eles artistas como Shivajoerg, Outer Signal, Exaile, Wizard Lizard, Delysid, Atyss, Menog, Tryambaka, Khopat entre muitos outros.

Este foi um marco para a organização, os três dias de festival permitiram o desenvolvimento local, o intercâmbio multi-cultural, dando a conhecer às inúmeras pessoas que por aí passaram, as paisagens naturais virgens e remotas que o nosso lindo país tem para oferecer.

Muito esforço e dedicação ao longo de uma década, aliados à compreensão dos gostos do nosso querido público, permitiram-nos ir melhorando progressivamente. De algumas festas saíram os que hoje em dia se tornaram rituais frequentes, como a Carnivaland, Infected Guitars (agora Infected Festival), Emotions ou a Drop Celebration, onde toda a família se junta ano após ano dançando dia e noite numa atmosfera artística e expansiva, onde os ideais de igualdade e liberdade são respeitosamente manifestados e aliados à diversidade cultural e artística que envolve o universo em expansão do trance psicadélico.

É com um enorme prazer que a Space Music Drops trabalha para vos brindar sempre com festas para um dia mais tarde recordar com carinho.

Um sincero obrigado a todos aqueles que nos têm acompanhado, sem vocês as festas não existiam.

GOOD VIBES A TODOS…

Bem-vindos ao novo website da Space Music Drops!

Uma década de dedicação aos amantes de trance psicadélico

A Space Music Drops é a materialização de um sonho, é poder levar e transmitir a experiência do que é o Trance através da dança, a quem nos visita. É elevar o nosso público, é poder criar um escape da rotina através da música, da dança e do misticismo, é chegar ao fim da festa, um amigo ou um conhecido me abordar e dizer “Obrigado, estava mesmo a precisar disto”.  – Lucy Silva